Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Página Inicial Notícias Especialistas debatem priorização das investigações de maior potencial

Especialistas debatem priorização das investigações de maior potencial

Seminário "Eficácia da persecução penal em face do princípio da obrigatoriedade" ocorreu nos dias 15 e 16 de setembro, em Brasília-DF

Durante sua participação no Seminário "Eficácia da persecução penal em face do princípio da obrigatoriedade", o secretário nacional de Justiça e Cidadania, Gustavo Marrone, destacou a necessidade de mudanças para que as demandas que chegam ao sistema de justiça sejam processadas de forma rápida e eficiente.

“É importante discutir uma forma de priorizar quais são as demandas mais importantes, com maior relevância social e que possam trazer benefícios ao país de uma forma mais concreta”, afirmou Marrone. O seminário é uma ação da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla), vinculada ao Ministério da Justiça e Cidadania (MJC), e acontece em Brasília nesta quinta-feira e sexta-feira.

“Espera-se que os resultados desse seminário tragam solução para que a persecução penal alcance seus objetivos de combate ao crime organizado, a eficiência da resposta e que a sensação de impunidade possa ser dirimida principalmente nos casos de grande repercussão, que devem ser priorizados”, acrescentou o secretário do MJC.

O vice-presidente do Conselho da Justiça Federal, Humberto Martins, destacou que a finalidade do debate é trabalhar para operacionalizar procedimentos mais rápidos, sem ferir outros, também importantes, e tendo em vista a complexidade dos delitos que são, atualmente, apurados.

Os operadores do sistema de justiça reconhecem a necessidade de enfrentar a questão: “Estamos falando da efetividade e eficiência da persecução penal e do sistema de justiça como um todo. Pensar não mais se tudo é crime, mas o que precisa ser denunciado”, declarou a subprocuradora-geral da República, Luiza Cristina Frischeisen. Ela observou que é preciso discutir padrões, transparência, para que a sociedade entenda o que será arquivo, o motivo do arquivamento e o que será denunciado.

Segundo o diretor-geral do Departamento de Polícia Federal, Leandro Daiello Coimbra, a questão da obrigatoriedade dentro da persecução penal se torna fundamental neste momento histórico do país. “Seria estratégico para todos se, não só a polícia, mas o Ministério Público e Judiciário, todos os órgãos envolvidos na persecução penal, pudessem focar no que é mais importante para a sociedade. É claro, que não faríamos isso sem uma definição muito clara de critérios e transparente”.

O Seminário Eficácia da persecução acontece no auditório do Conselho da Justiça Federal, em Brasília (DF).

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social
Ministério da Justiça e Cidadania

Foto: Isaac Amorim- ACS/MJC

Ações do documento
Agenda
Junho
DoSeTeQuQuSeSa
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930
Flickr da ENCCLA
Flickr